Os EUA devem apoiar a investigação da explosão de Beirute em 2020

0
117

Um grupo de legisladores dos EUA apelou ao governo Biden para apoiar uma investigação liderada pelas Nações Unidas sobre a explosão catastrófica no porto de Beirute em 4 de agosto de 2020.

O presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos EUA e 24 outros membros do Congresso enviou uma carta ao Secretário de Estado Anthony Blinken expressando preocupação com o agravamento da crise econômica e política no Líbano e conclamando os EUA a “liderar os apelos por uma investigação imparcial liderada pela ONU” na explosão de Beirute, que matou mais de 200 pessoas. Este pedido reflete as demandas de muitas famílias das vítimas da explosão.

A administração deve endossar esses apelos por responsabilização e iniciar uma resolução na sessão do Conselho de Direitos Humanos a partir de junho para estabelecer um mecanismo de investigação internacional para determinar as causas e a responsabilidade pela explosão.

Embora as autoridades libanesas prometeu investigar rapidamente as causas da explosão, os nove meses desde a tragédia foram marcados por pouco mais do que obstrução, evasão e demora. A Human Rights Watch documentou muitas falhas na investigação doméstica que a tornam incapaz de fazer justiça com credibilidade, incluindo flagrante interferência política, falta de respeito pelos padrões de julgamento justo e violações do devido processo.

A falta de responsabilidade que afetou a investigação ilustra dramaticamente a cultura mais ampla de impunidade que as autoridades desfrutam há muito tempo no Líbano.

O governo dos Estados Unidos faria bem em apoiar uma resolução no Conselho de Direitos Humanos, cujas conclusões podem ser usadas para exigir a responsabilização criminal pela explosão e para impor sanções específicas contra os responsáveis.

Fonte: www.hrw.org

Deixe uma resposta