Washington, DC – Em resposta aos relatórios que o presidente Trump referiu a El Salvador, no Haiti e As nações africanas como "países de shithole" durante as negociações com os legisladores sobre a legislação para proteger DREAMERS, o presidente e CEO da Human Rights First, Elisa Massimino, emitiu a seguinte declaração:

"O comentário do presidente Trump sobre pessoas de O Haiti, El Salvador e os países africanos são desagradáveis ​​e vergonhosos. O Presidente dos Estados Unidos poderia falar dessa maneira sobre as pessoas que estão fugindo da violência e da perseguição em seus países de origem é vergonhosa. O Congresso não deve ceder a este odioso, racista, e uma narrativa divisória que sai da Casa Branca. A América conta com você para defender a dignidade humana, mantendo firme nosso compromisso de proteger os perseguidos ".

Os Direitos Humanos Primeiro continuam exortando o Congresso a aprovar legislação bipartidária limpa que proteja os SONHOS e não sacrificar a segurança dos refugiados e das famílias e crianças vulneráveis ​​às vozes anti-imigrantes e anti-refugiados.

Para mais informações ou para falar com Massimino, entre em contato com Mary Elizabeth Margolis em [email protected] .

] Elisa-Massimino-HRF-2013.jpg

Presidente e Diretor Presidente