Washington, DC – Em resposta à decisão de hoje do Supremo Tribunal para permitir que a Administração Trump implemente sua ordem executiva proibindo imigrantes de seis na maioria dos países muçulmanos, a Eleanor Acer, dos Direitos Humanos Eleito, fez a seguinte declaração:

"Estamos desapontados com a decisão do Supremo Tribunal de permitir que esta transição da proibição cruel e discriminatória do presidente Trump entre em vigor. Esta proibição, como as ordens anteriores do presidente, diminui a liderança dos EUA no mundo e prejudica nossos interesses de segurança nacional ".

Para mais informações ou para falar com a Acer, entre em contato com Corinne Duffy em DuffyC @ humanrightsfirst.org ou 202-370-3319.

Diretor Sénior, Proteção de Refugiados